HomeSexoMais um motivo (científico!) pra fazer sexo oral nelas

Mais um motivo (científico!) pra fazer sexo oral nelas

oral_pesquisa

Mais um motivo (científico!) pra fazer sexo oral nelas

(Getty Images)

Ómis, botem essas línguas pra fora like a Rolling Stone. Porque, né, as minas bi / homossexuais já tão secas de saber disso. Segundo pesquisadores da State University of New York, faz bem pra sua saúde e pra dela. “Ah, tá, e como eles chegaram a essa conclusão? ”, você me pergunta.

Pegaram 150 casais héteros e lésbicos, separando-os em dois grupos para estudar e induzir seus hábitos sexuais. O primeiro deveria praticar sexo oral sem migué nas parceiras – imagina quantas candidatas à cobaia… O outro grupo deveria economizar na saliva (e no prazer) via boca-genital, tinham certa limitação na quantidade e intensidade da prática.

Diante de números / exames / avaliações psicológicas, os cientistas concluíram que houve diferença entre os dois grupos de casais quanto aos níveis de estresse, ansiedade, qualidade do sono e de intimidade. Adivinha qual deles se saiu melhor? A explicação: houve liberação maior dos hormônios ocitocina e DHEA, que agem tanto contra doenças como ajudam a relaxar.

Parece uma boa motivação pra quem não é lá muito chegado em chupar mangas e pepekas. Não são poucos, infelizmente: 43% se sentem incomodados em fazer sexo oral, de acordo com uma pesquisa com 1.200 homens entre 18 e 30 anos. Nem sei se ela pode ser levada tão a sério, considerando que foi realizada por uma marca de lencinho íntimos – ou seja, bem interessada em ganhar consumidoras.

Outro levantamento, mais confiável, é do compilado “A Vida Sexual do Brasileiro” (Prosex-USP). Nele os dados são mais animadores: 50% dos brasileiros recebem e 48% fazem sexo oral. Agora… isso não quer dizer que GOSTEM, né? Por exemplo, fiquei surpresa ao fazer uma enquete no meu blog e descobrir que 11% das minas não curtem RECEBER língua alheia entre suas pernas. Embora elas tenham tentado me explicar as razões.

***Este post foi originalmente publicado na coluna da Nath no Yahoo.

*SIGA PIMENTARIA:

– Facebook/napimentaria

– Instagram @pimentaria

– Twitter/napimentaria

– Youtube/napimentaria

– Snapchat/nathpimentaria

Compartilhar:
Comentários
  • Rapaz, sempre adorei chupar pepekas, e acho que isso não tem um método ou segredo de como fazer, você vai fazendo e se adaptando as reações até que vira “expert” no assunto.
    Mas na verdade verdadeira, o que eu percebi nessa minha vida o é que beeem mais de 11% das mulheres não gostam não …. parece mentira, mas acho que a maioria das mulheres não curte muito a parada …….. não sei o que se passa ….. fazer o que né!

    18 de janeiro de 2017
  • Caro Carlos, virar expert é algo complicado. Você gostar de fazer é ótimo, é massa, é do caralho. Você saber fazer são mais 500. Dizer que as mulheres não gostam parece algo meio estranho. O clitóris, como deveríamos saber, e como a Nath já falou trocentas milhões de vezes, é um treco bastante sensível. A pessoa pode achar que tá arrasando no oral e a cidadã pode estar sentindo uma agonia mortal, rezando pra você parar. Daí a sensação de que “parece que elas não gostam”. Conversar antes, durante e depois ajuda a achar o melhor jeito. Ainda não aprendi a fazer na minha companheira, por sinal. O típico 69 é algo que, pra gente, passa longe de ser legal. Mas a gente vai tentando.
    Nath, uma coisa que ficou martelando minha cabeça é aquilo do câncer de boca/garganta em praticantes do oral (acho que vale o risco, vale muito). Afinal, faz bem pra saúde ou pode matar? Fiquei na dúvida.

    19 de janeiro de 2017
  • É nada Adolfo … quanto mais eu chupo melhor eu fico no assunto, não sei o que a Nath falou, mas acho que já chupei mais pepekas do que ela. Se quiserem que eu pare é só falar que eu paro, mas a maioria não quer nem que eu comece ….. acho que elas tem vergonha, sei lá o que. Dizer que a maioria não gosta não é estranho não, é uma constatação que eu tenho feito. Bola pra frente.

    23 de janeiro de 2017

Deixe um comentário