HomeSexo“Só uma vez por semana não dá!”

“Só uma vez por semana não dá!”

fogosa

“Só uma vez por semana não dá!”

Tenho 25 anos e estou namorando há oito meses com o R*, dois anos mais velho. Ele perdeu a virgindade com 21 anos, o que me espantou quando descobri. Mas, como eu gozava com ele como nunca antes, fiquei tranquila. Depois de uns cinco meses, ele não me procurava mais. Quando eu ia pra cima, ele dizia que era melhor fazer em outro horário porque os pais dele podiam escutar… Enfim, desculpas que eu nunca havia escutado na vida. Com o meu único ex-namorado era muito diferente – você não sabe o quanto isso me faz falta! Conversei com R* várias vezes, disse que se ele continuasse sem me procurar não daríamos certo juntos. Pelo que me contou, sexo é um tabu na família dele. Além disso, R* nunca foi de ter amigos… e você sabe que homens compartilham suas experiências entre si. O problema é que chegamos ao ponto de fazer sexo uma vez por final de semana, totalizando 4 fodas em um mês (sim, estou tão traumatizada que faço contas agora). Eu gosto dele de verdade: é carinhoso, cavalheiro, faz tudo o que eu peço, fazemos planos para o futuro etc. Mas sem o tesão e as safadezas que eu tinha com o outro, fico cada vez mais intolerante com ele. Sei que R* não me trai, pois está praticamente 24h comigo. Sugeri que procurasse uma ajuda profissional. Eu sinceramente gostaria de saber a sua opinião. Não quero estragar um relacionamento tão legal. Ao mesmo tempo, eu PRECISO foder mais!!!

Ah, fogosinha. Eu adoraria te dar respostas fáceis do tipo “faça um banho de assento com chá de maracujina para acalmar a sua xoxota” ou “saia transando por aí até que a soma das fodas mensais (com e sem seu namorado) lhe pareça suficiente”. Mas a vida tende a ser bem mais complicada, né? A primeira coisa que me chama atenção no seu pedido de socorro: a idade com que R* perdeu o cabaço não tem NADA a ver com o desejo sexual dele. Eu mesma tenho uma amiga que liberou aos 25 e, felicíssima, foi correr atrás do “tempo perdido” como se não houvesse amanhã. Outra, que não é virgem desde os 15, parece ter enjoado de orgasmo. Perceba também que, embora seu bofe tenha deixado de ser casto há poucos anos, isso não interfere na habilidade dele em te proporcionar orgasmos. Quédizê: ele se desenvolveu rápido e tem potencial. Muito tiozão ainda tá refletindo para que serve o clitóris – se já tiver encontrado, claro. Você reclama de quantidade, não de qualidade.

Será que, nesse sentido, vale uma comparação entre ex e atual? Porque, se com o R* você passou a gozar “como nunca antes”, talvez o ex te comesse MAIS que o atual – não MELHOR. O que é mais importante pra você? Eu ficaria com a segunda opção. Mil vezes uma boa foda por semana do que três fodinhas-mais-ou-menos. Não existe uma frequência sexual considerada “normal”. Na ampla pesquisa “A Vida Sexual do Brasileiro”, 82% dos entrevistados responderam fazer sexo pelo menos uma vez por semana (eu SEMPRE desconfio desse dado e acho que todo mundo joga a conta para cima). Assim como o desejo varia de pessoa para pessoa, a frequência de um casal vai depender do encontro de DOIS DESEJOS. Por exemplo, se você gostaria de transar três vezes por dia e ele, uma vez a cada cinco dias… lascou. Vocês precisarão conversar para ajustar as diferentes necessidades.

Como assim? Talvez você deva se masturbar mais sozinha para aliviar o tesão e ele precise de mais estímulos para querer (mensagens eróticas, filmes pornô etc). Essa bobagem cultural de que “homem tem que querer mais do que mulher” já deve estar pressionando muito seu namorado. Fazendo com que ele se sinta pouco viril e deslocado. E aí entram as desculpas. Porque dizer simplesmente “gata, não tô a fim agora” pode soar humilhante para ele e ofensivo para você. Várias coisas acabam atrapalhando a nossa libido no dia a dia, desde um bloqueio na infância (como você mencionou) ao estresse no trabalho ou períodos de baixo astral. Breve parênteses: eu também tenho super dificuldade de transar na casa dos meus pais e dos meus sogros – pânico de quem já foi flagrada com a calcinha arreada durante a adolescência hahaha. Em vez de botar o R* contra a parede e se esfregar feito lagartixa no cio, converse numa boa com ele para que desculpas/mentiras fiquem de fora. E entenda que esse approach mais incisivo pode ter o efeito inverso e assustá-lo, quando deveria excitá-lo. Pela atenção, obrigada :)

LEIA MAIS:

“Quero comprar meu primeiro vibrador. Me ajuda?”

Por que é tão difícil conciliar amor e desejo na mesma relação?

“Se eu gozar duas vezes, a transa não foi das melhores”

Compartilhar:
Comentários
  • Entendo um pouco o que a leitora está passando. Com meu ex era sempre ele querendo muito e eu desviando (primeiro porque nao tinha tanta vontade como ele, segundo porque eu me machucava sempre no ato entao tinha que escolher o melhor dia e fazer valer a transa). Hoje eu costumo ter mais vontade que meu atual, mas ja desencanei das duvidas (tipo “sera que ele não tem maps tesão por mim?”). Quando eu quero e ele não, me divirto sozinha. Claro que é ótimo quando não precisa ser sozinha, mas não vou trocar um cara incrível por “mais sexo”. Beijos

    8 de outubro de 2014
  • Esse negócio de ficar comparando o atual com o ex é uma coisa horrível. Imagina se fosse ele que reclamasse algo que ela não faz tão bem quanto alguma ex dele? E outra: será que é só ele que está precisando de orientação profissional? Eu aconselharia a ambos procurarem um serviço de aconselhamento. A intimidade de um casal é algo a se desenvolver com o tempo, não é um pacote pronto. Tudo pode melhorar, se ambos estiverem dispostos a isso. Boa sorte!

    9 de outubro de 2014
  • SE ELE JÁ ESTA ASSIM ANTES MESMO DE CASAR,IMAGINE CASANDO,DE 2 UMA OU ELE É GAY E ESTÁ NO ARMÁRIO E ESTA USANDO VC PARA DISFARÇAR PARA A FAMÍLIA DELE POR ELES SEREM CARETAS ,OU VC N ESTA ATRAINDO ELE “SEXUALMENTE” FALANDO,TALVEZ VC ESTEJA COM UNS QUILOS A MAIS,OU VC N ESTA SE CUIDANDO…MAS N É NORMAL UM CARA TÃO NOVO COM UM DESEJO SEXUAL TÃO BAIXO.

    14 de outubro de 2014
    • Julinho vc falou besteira agora. Simplesmente existem pessoas que não têm o mesmo apetite sexual que outras, então não fique preocupada, ele não deixou de te achar atraente, muito menos é gay por não querer transar mais de 4x no mês.
      O mais correto seria uma conversa franca, cartas na mesa é sempre a melhor escolha.
      Quanto a duvida sobre Quantidade X Qualidade, ninguem merece foda mal dada né? ninguem é igual a ninguem, então aproveite as qualidades do seu atual namorado e converse com o cara, as vezes ele acha que mete mal, vai saber né?

      25 de outubro de 2014
  • Saia fora enquanto é tempo.

    7 de fevereiro de 2015
  • Queria eu ter uma mulher assim. Safada e apimentadinha.

    13 de março de 2015

Deixe um comentário