HomeSexo“Por que ele não tem várias ereções na mesma noite?”
EreçõesMesmaNoite

“Por que ele não tem várias ereções na mesma noite?”

(Foto: Pixabay @1899441)

“Meu namorado não consegue ter várias ereções na mesma noite – ainda que eu esteja empolgada pra continuar. Aliás, ele costuma dormir depois que transamos… Por que?”

Você tá levando pro pessoal, querida leitora. Não significa que seu boy tem baixa libido ou algum grau de disfunção erétil. Muito menos que você é uma ninfomaníaca, tarada patológica. A medicina já comprovou lá na década de 1960 que os corpos de homens e mulheres se comportam de formas específicas antes, durante e depois do sexo. Deram a isso o nome de Ciclo de Resposta Sexual Humana.

A sua angústia tem a ver com o “período refratário” ou “resolução”, basicamente os minutos seguintes ao orgasmo. Volta, volta, volta. Sentido anti-horário. Vocês começam o trelelê e ele vai ficando excitado: os batimentos cardíacos e a respiração aceleram, a pressão sanguínea aumenta a ponto de ~encher~ o pênis e provocar a ereção, o saco escrotal achata, os testículos sobem um pouquinho, os músculos tensionam.

Chega a hora em que ele não aguenta mais e explode. No ápice do prazer masculino, contrações rítmicas e involuntárias ~empurram~ os jatos de sêmen pra fora. Rola uma descarga de ocitocina, hormônio da sensação de bem-estar e relaxamento. Nessa fase final, o organismo dos homens pede arrego pra retomar seu estado natural de repouso. Entre outras coisas, o sangue sai totalmente do pênis, que murcha.

Não adianta nem oferecer a ele um anal giratório. Quanto tempo até conseguir ficar duro de novo e ejacular? Depende da idade, das condições de saúde, do quão exaustiva foi a primeira rodada etc. Pode demorar alguns minutos, meia hora, horas e até dias. Nesse período nenhum estímulo é capaz de desencadear outra ereção – a não ser que ele seja praticante do sexo tântrico e adepto da não-ejaculação.

Digamos que homens tão mais pra espingarda (um tiro só) e nós, pra metralhadora. Não é opinião nem ofensa minha: é fato científico! As mulheres nascem com essa capacidade de gozar várias vezes quando são continuamente estimuladas – numa única transa (orgasmos múltiplos) ou outras na mesma noite. Então, querida leitora, você não precisa ficar entediada ouvindo o namorado roncar enquanto ainda tá cheia de tesão… Descarrega o resto do cartucho sozinha.

***Este post foi originalmente publicado na coluna da Nath no Yahoo.

*SIGA PIMENTARIA:

Facebook/napimentaria

Instagram @pimentaria

Twitter/napimentaria

Youtube/napimentaria

Compartilhar:
Sem Comentários

Deixe um comentário