HomeHot - Contos EróticosPasseio de carro com um casal

Passeio de carro com um casal

conto_0409

Passeio de carro com um casal

*AUTORA: D.G.

E então ela parou o carro de repente e virou pra ele, que dirigia…

“Escuta, você não quer fazer uma coisa diferente hoje?”

“Que tipo de coisa? Fala logo porque a gente tá no meio do caminho do motel e eu to com muito tesão…”

“Eu queria passar e pagar a Marcinha…”

“Opa! Isso me interessa!” e abriu um sorriso de moleque…daqueles que ela conhecia muito bem.

Marcinha era a amiga dela que sempre topava uma brincadeira pra lá de animada. Da ultima vez que eles tinham se encontrado a coisa toda tinha durado uma noite inteira regada a champanhe num motel da zona sul. Uma loucura absurda, mas divertidíssima. A regra era clara: ela conduzia as coisas com a Marcinha. Marcava o dia, a hora, dizia qual era o dresscode da festa, e na hora H também conduzia a brincadeira. Como ele dizia, ela era a melhor “assistente de palco” do casal. Sempre ali…entregando, servindo, fazendo o leva- e- traz perfeitamente…com aquela bunda enorme e aquela boca linda….

As duas gostavam de brincar, ele gostava de ver. As duas gostavam de sacanear e se exibir pra ele, ele gostava de morrer de tesão na mãos das duas. E convenhamos, nada como uma loira e uma morena chupando uma pica ao mesmo tempo agachadas na sua frente, hein??

Bem, o casal mudou a rota e foi direto pra casa da mocinha.

“Marcinha, aqui é a Bia. E ai, rola aquele programa hoje? …É…hahaha…isso mesmo amiga…..ah vai….queria tanto….ele? tá maluco looogico……ok…a gente espera seus 15 minutos aqui embaixo…mas so 15 ok?” . Ela desliga o celular e olha pra ele sorrindo….”ela vem…e ficou animada.”

Marcinha chega no carro toda feliz. Saia curtinha de tecido levinho, daqueles que é so sentar pra levantar, blusinha regata de alcinha sem sutiã e mostrando os bicos sob o tecido e sandália de salto. Nada mais puta do que aquela combinação. So podia ser de propósito…

Chegou beijando na boca…que vaca! Julio só de ver ficou de pau duro. Bia retribuiu abrindo a boca e beijando gostoso logo de cara…

“Oi meus amores! Tão com vontade hoje, ne?? Pois eu tenho uma ideia ótima pra gente….posso contar?” e foi pedindo pra mudar os lugares dentro do carro…

“eu vou dirigindo hoje. Julio, pula pro banco do passageiro, e você, Bia, senta no colo dele!”

Julio: Ninguem dirige meu carro…só vou deixar por que to vendo que vou me dar bem

“ eu? Sentar no colo dele? Ta louca? Não tem espaço pra isso!”

“ vai! Senta logo…deixa eu sair dessa rua e eu vou te pedir outra coisa”

Marcinha, já no volante, sai da frente do prédio com o casal sentado no banco da frente, e rapidamente chega na marginal. Já eram mais de onze horas da noite, o que fazia com que a rua estivesse quase vazia. Foi ai que ela começou a realmente dar as ordens…e que ordens….

“Bia e Julio, façam  o que eu mandar, ok?”

“ok”

“ok”

“Julio. Abre sua calça e tira seu pau pra fora…quero ver essa pica”…

“ Bia…tira a calcinha e me dá. Vou tirar a minha também e vou levantar a saia. Quero que você veja minha buceta…aliás, tá depiladinha…toda…tirei tudo…olha que delicia…passa a mão….isso amor….passa a mão…hummm”  nessa hora Marcinha  enfia o próprio dedo dentro dela e tira, todo melado. Leva o dedo na boca da Bia e faz a amiga chupar bem devagar… “gosta né, puta…”

“gosto”

“Bia, senta na pica dele que eu quero ver. Mas senta devagar e não mexe….quero que você sente olhando pra frente do carro….de costas pra ele….isso garota…me deixa ver a sua buceta aberta…ai como eu gosto dessa sua buceta gordinha gostosa….abre sua perna pra mim….quero ver sua perna toda aberta….isso linda….sua buceta é linda …..isso….ai que tesão de buceta…deixa eu te sentir….ta molhada puta, ta?….que delicia….gostosa…e esse gosto….e esse grelo grande que eu adoro…..”

Julio, que ate então não dizia nada resolveu se manifestar…

“Caralho Marcinha…qual é a sua…isso vai me matar de tesão…não posso mexer?”

“não, não pode…hoje você vai ver sua mulher gemer muito de tesão, vai ver ela gozar com a minha mão mexendo na buceta dela….eu vou mexer devagarinho nesse grelo ate ela não aguentar mais e gritar que nem louca aqui dentro….quero sentir ela tremer na sua pica….deixar o tesão dela escorrer em você …..quero que você sinta o cheiro de fêmea dela dentro do seu carro…..tá ouvindo garota?”

Bia, montada na pica do Julio, sem se mexer e completamente tomada pelo tesão, só fazia que “sim “ com a cabeça.

Marcinha enquanto falava isso, guiava com uma mão e com a outra tocava uma punhetinha devagar na amiga…mexia no grelo dela….lenta e dolorosamente…torturava mesmo….pegava bem em cima dele…de levinho….alucinadamente..  daquele jeito que é possível mexer por meia hora e não fazer gozar, mas tremer sem sentir nenhuma dor….fazer implorar para explodir de tesão….e foi assim que Bia reagiu…tremendo, gemendo, pedindo mais….enquanto subiam a Rua Augusta em direção a avenida Paulista.

Quanto mais Marcinha mexia naquele grelo, mais Bia gemia, mais Julio suava…mais o carro cheira a sexo.

A cada farol, Marcinha enfia os dedos nela mesma e chupava que nem uma puta alucinada seu próprio tesão, e na sequencia  enfiava os dedos na boca da Bia: “quer provar sua putinha vagabunda? Goza no pau dele pra eu ver que depois eu te faço chupar a pica toda…mas so depois….” Num farol que demorou um pouco mais para abrir, Marcinha tirou os peitos da Bia pra fora da camisa e mamou até o farol abrir. Nesta hora, Bia quase gozou, mas Marcinha continuava a ser maldosa, e parou de mexer no grelo da amiga, para que ela não gozasse antes da hora pré-determinada pela “senhora que comandava” toda a sacanagem. Vcs não queriam minha companhia? Não querem me comer? Então, hoje, terão que obedecer a mestra desta noite.

E continuava ……

” quer gozar sua vadia linda? Ta gemendo pouco…geme mais alto…pede pra gozar…pede! pede que nem uma escrava….minha escrava….pede pra gozar no pau dele….pede pra chupar minha buceta que eu deixo….vai pede….isso linda….pede alto que eu mexo no seu grelo mais forte pra você gozar…enquanto isso mexo devagar e te torturo….eu sei do que você gosta minha puta…nossa puta ne Julio?”

Julio suava….passava as mãos nos peitos da Bia e não tava aguentando mais….esticava as mãos querendo a buceta da Marcinha ate que pediu arrego….

“Marcinha pelo amor….eu vou gozar….para logo com isso!”

“ta bom seu lindo…vou liberar ela….da uma olhada…”

Marcinha parou o carro, deitou a cabeça e começou a mamar o grelo da amiga. Sugava como se fosse a ultima refeição do dia…..Bia enlouqueceu e explodiu numa gozada sem igual. Deitou o corpo em cima do Julio que também não aguentou e gozou muito gostoso dentro da Bia.

Marcinha percebendo tudo isso, pediu pra Bia sair logo de cima do homem e rapidamente meteu a pica do Julio pra dentro da boca, terminando de chupar o restinho da porra que saia dali…..

Satisfeita e toda babada, Marcinha só ria da cara dos amigos.

Bia avançou sobre a amiga para beijar a boca cheia de porra. Durante o beijo, trocaram a porra de boca, antes de engolirem, cada uma, sua porção do leite do Julio. Este beijo criou uma nova cor de batom em suas bocas. Uma mistura de vermelho vivo da Marcinha, com o brilho da Bia.

Bia abre a porta do carro, e sai. Na sequencia Julio, fechando o zíper da calça. Tudo que eles queriam era respirar…..

Dentro do carro Marcinha grita: “ e ai? Posso aproveitar agora? Vão me levar pra onde?”

O casal entra no carro, Julio olha pra Bia. Os dois sorriem.

Desta vez Marcinha vai no banco de trás.

Compartilhar:
Comentários
  • Uau, que delicia.

    3 de setembro de 2015
  • PQP…. Que tesão!!!!

    18 de dezembro de 2015
  • Caraca !!!!!!!

    27 de abril de 2016
  • Nossa..

    3 de maio de 2016
  • Ufa! O melhor q li até agora!

    14 de julho de 2016

Deixe um comentário