HomeSexoOito polêmicas sexuais na história do ‘Big Brother Brasil’

Oito polêmicas sexuais na história do ‘Big Brother Brasil’

SexoBBB

Oito polêmicas sexuais na história do ‘Big Brother Brasil’

Logo na primeira semana de ‘BBB 17’ no ar: três ~casais~ e uma suspeita de “consumação” debaixo dos edredons. Mayara e Antônio escaparam para o quarto do líder… Câmeras e microfones captaram movimentos [dança do acasalamento] seguidos de respirações ofegantes. E o que é que dá mais audiência em reality show além de sexo e barraco? Seja em busca de popularidade ou só de um alívio pra suportar o confinamento, váááááários brothers e sisters deixaram fluidos em sua passagem pela casa. Outros discorreram suas ~teorias da prática~, falando abertamente sobre o assunto e corando as bochechas (e mais partes) de milhões de espectadores. E teve caso(s) de polícia também.

  1. A virgindade (do programa)
Tarciana e Jéferson fazem sexo na cama que dividiam com outros dois confinados (Reprodução/Tv Globo)

O pagodeiro Jéferson e a vendedora Tarciana, do ‘BBB 2’, foram pioneiros no “di-di-di-di-ê sob edredons”. Rolou no quarto do líder. O casal se mostrou indiferente à presença das câmeras e dos dois participantes que dormiam NA MESMA CAMA. A direção da Globo, ainda virgem para lidar com essas coisas, acabou vetando as cenas – até porque a classificação etária do programa era 12 anos. Ao anunciar o resultado da votação entre Jéferson e Cida, Bial ironizou que o “excesso de testosterona” pode ter contribuído com sua eliminação. Fora da casa, Tarciana rebateu os comentários maldosos (que obviamente não recaíram sobre ele): “Eu assumo tudo o que eu fiz. Sou solteira, jovem, livre e desimpedida.

2. Camisinha: “Esqueceram de mim”

Matheus admitiu ter feito sexo desprotegido com Cacau (Reprodução/Tv Globo)

Vários casais transaram sem encapar o dito-cujo, inclusive os estreantes Jéferson e Tarciana. Aliás, ao longo de sua história, o programa recebeu críticas pelo limitado estoque de camisinhas. Por exemplo, no ‘BBB 17’ serão disponibilizadas apenas 15 unidades. É isso mesmo, produção? Mas o reality costuma durar três meses! Os interessados devem buscar na dispensa. Matheus, do ‘BBB 16’, contou ao colega de confinamento Renan sobre sexo com Cacau. Questionado se haviam se protegido, respondeu: “Vamos mudar de assunto. Foi bem rápido. Não cheguei nem a…”. Todos os selecionados para cada edição passam por testes médicos para detectar HIV, sífilis e hepatite B. Mas isso não blinda contra todas as DSTs nem uma gravidez indesejada, né?

3. Pânico no dia seguinte

Rafael e Talita pediram pílula do dia seguinte à produção do programa (Reprodução / Tv Globo)

A aeromoça Talita tinha 22 anos quando entrou para o ‘BBB 15’ e se envolveu com Rafael, o estudante de administração de 21. A animação diária era tanta que Talita comentou: “ele cansou de ficar na mesma posição… de lado”. Teve massagem caliente, calcinha esquecida no chão, teve (quase?) BBBê. Em menos de um mês, o casal recorreu ao confessionário duas vezes para pedir a pílula do dia seguinte à produção. Galera, isso não é balinha de hortelã, viu? Talita usava o método tabelinha, mas estava meio perdida nas contas. Ela recebeu visita de uma ginecologista, eles receberam puxão de orelha ao vivo, o episódio virou pauta de educação sexual em programas como “Encontro com Fátima Bernardes”.

4. Más línguas

Em conversa com outros brothers, Adélia não teve pudor ao responder como “finaliza” o sexo oral (Reprodução / Tv Globo)

Imagina ter um microfone enrolado no seu pescoço 24 horas por dia, captando sussurros e até… o barulho da saliva.  Mesmo que você estivesse chupando um picolé [o de verdade], correria o risco de produzir uma sinfonia. Os casais Tessália + Michel (‘BBB 10’) e Fran + Max (‘BBB 9’) não admitem, mas a edição do programa sugeriu que ambos praticaram pelo menos um oralzinho às escondidas. “Eu não fiz nada, mas peguei no negócio lá”, disse Fran. “E o Max usava uma desgraçada de uma bermuda com velcro”. Já a advogada Adélia não se intimidou numa conversa com seus brothers da 16ª edição. “Você cospe ou engole?”, perguntou Matheus. “Vou desperdiçar?”, ela respondeu. Alô, prestenção, DST também pega assim!

5. Entrou pros anais do BBB

Fran, a participante figura do ‘BBB 9’, falou sobre prazer no sexo anal (Reprodução / Tv Globo)

De novo ela, a Fran do ‘BBB 9’ entrou num papo sem papas na língua. Priscila, Ana e Max ouviram a moça explicar sobre sexo anal: “Minha filha, na hora da fantasia sexual, que o negócio está pegando fogo, entra até um tijolo. Você está no empolgamento (sic), entendeu? Mas, quando tá na dureza, não vai. Ele se reprime”. Mesmo assim, Ana disse que não entendeu. “O cu tá reprimido”, respondeu Fran, provocando gargalhadas. No ‘BBB 8’, a ex-miss Natália Cassola também contou que já fez anal, mas… “não gosto porque dói”. Não é para doer, não é para fazer para agradar o outro. Fran tem razão e algumas dicas ajudam quem tá afim de praticar pelo próprio prazer.

6. Não sentiram falta de nada, não

Vanessa e Clara se pegaram muito diante das câmeras – para desespero dos “cidadãos de bem” (Reprodução / Tv Globo)

Semanas antes de os personagens Félix e Niko darem aquele esperado e polemizado beijo gay na novela “Amor à Vida”, as sisters Clara e Vanessa (‘BBB 14’) se pegaram loucamente no reality. As duas já haviam experimentado sexo com outras mulheres, rejeitaram rótulos homo/bi e comemoravam a química maravilhosa. Qual a diferença entre transar com homem e mulher? “Alguns homens a gente têm que ficar guiando”, disseram. Óbvio que a relação atiçou o imaginário masculino dentro e fora da casa – o brother Junior SE convidou para quando elas quisessem “marcar uma bagunça”. Ménage a trois, o fetiche clichê. Como se o prazer feminino DEPENDESSE de um pinto.

7. Abuso x Consentimento

Daniel foi expulso do reality, acusado de abusar de Monique enquanto ela estava bêbada depois de uma festa (Reprodução / Tv Globo)

Milhares de espectadores acompanhavam de madrugada pelo pay per view mais uma festa do ‘BBB 12’. As cenas que causaram repúdio e botaram o programa no trending topics do Twitter mostravam Daniel na cama com Monique – visivelmente embriagada. Ouvia-se a voz dele pedindo “calma, ninguém vai perceber”. Ela parecia inconsciente e, minutos depois, soltou gemidos estranhos. A internet pressionou a produção do programa, que interrogou a sister sobre a suposta tentativa de estupro e decidiu expulsar Daniel “devido a um grave comportamento inadequado”. Virou investigação policial. Ao ser eliminada, Monique afirmou a jornalistas que não se lembrava de muita coisa, mas não acreditava que Daniel tivesse sido “mau caráter de fazer sexo comigo dormindo”. O inquérito do caso foi arquivado. A regra é muito clara: SE NÃO É “SIM”, É “NÃO”. Se a pessoa não está lúcida, não tem condições de consentir porque está bêbada, não interessa se os dois já estavam se pegando… é crime.

8. Preso por suspeita de pedofilia

Comportamentos inadequados de Laércio causaram muita polêmica e a exposição lhe rendeu denúncias fora da casa (Reprodução / Tv Globo)

O tatuador Laércio foi para a 16ª edição do ‘BBB’ aos 53 anos e, durante a convivência com outros participantes, falou com naturalidade sobre duas “namoradas”. Uma de 17 anos e outra, de 19. Em sua página no Facebook, Laércio se considerava “ebófilo”, alguém com atração sexual por adolescentes. A exposição de sua imagem e de suas “preferências” na tevê aberta lhe renderam não apenas a eliminação do programa. Poucos meses depois, ele foi acusado de estupro de vulnerável e tráfico de drogas, está preso aguardando julgamento previsto para 2017. As investigações apontam que Laércio manteve um relacionamento com uma menina de treze anos. O ex-BBB se diz inocente e “acreditava que ela tinha 18 anos”.

***Este post foi originalmente publicado na coluna da Nath no Yahoo.

*SIGA PIMENTARIA:

– Facebook/napimentaria

– Instagram @pimentaria

– Twitter/napimentaria

– Youtube/napimentaria

– Snapchat/nathpimentaria

Compartilhar:
Comentários
  • É sério que alguém acredita que alguma coisa que acontece no BBB não é armação?
    É tudo teatro meu povo, cada “polêmica” que acontece ali é 100% plantada, estudada, editada, raciocinada 100 vezes.
    Não existe nada natural ali, tudo é combinado, tudo previamente ajustado com a finalidade de gerar polêmica e dar audiência, todos os assuntos sobre os quais os participantes falam são pré-formatados, eles não podem abordar determinados temas (religião, futebol, política, educação, segurança pública, etc.), e DEVEM falar exaustivamente sobre outros (intrigas internas, fofocas, sexo, etc.), está tudo descrito minuciosamente no contrato, só isso, e os bocós de plantão acreditam que as coisas que acontecem se dão ao acaso.

    7 de fevereiro de 2017

Deixe um comentário