HomeSexoO drama do “pum” vaginal

O drama do “pum” vaginal

pumvaginal

O drama do “pum” vaginal

(Getty Images)

“Saí com um cara pela primeira vez, rolou aquela pegação louca e acabamos no motel. Tudo lindo até aí. O problema foi que, depois de um tempo de penetração, minha vagina fez um barulho horrível! Como se eu tivesse soltado um pum super alto!!! Ele fingiu que não ouviu e continuou. Eu quis morrer de vergonha, perdi totalmente a concentração. Nunca tinha acontecido comigo… De onde vem isso, Nath?”.

Vaginas não precisam se alimentar de feijão com repolho para acumular gases, querida leitora. Serei bem didática (risos). Aquele vento fedido que sai do ânus é produzido DENTRO do nosso organismo durante o processo de digestão. O ~pum vaginal~ não nasce na gente: o vai e vem do pênis traz o ar de FORA para dentro. Isso explica o fato de ele não ter cheiro.

Pense numa bexiga do tipo que se usa em decoração de festas. Quando está murcha, suas paredes internas ficam coladinhas. O que acontece se você soprar a bicha e depois soltá-la sem dar o nó? Ela automaticamente expulsa o ar pra voltar ao seu estado natural. E você já deve ter ouvido o som de um balão de gás esvaziando desse jeito desgovernado…

O canal vaginal passa por um troço parecido no sexo. Assim como a bexiga, ele também é uma cavidade elástica: alarga e estica à medida que a mulher fica excitada. O pênis – ou qualquer outro objeto fálico – preenche esse “vácuo”. Dependendo da intensidade (britadeira), do estilo das “bombadas” (tirar inteiro e botar de novo) e das posições sexuais (grau de dificuldade nívelCirque du Soleil)… você vai sendo inflada mesmo.

Embora seja constrangedor, a (não) reação do seu peguete só mostra como a situação é comum – principalmente na hora do xixi depois da transa, quando relaxamos os músculos da região pélvica. Vaginas peidam e tá tudo bem. Ignora ou dá uma gargalhada. E segue o jogo. Ou, sei lá, prende esse ar todo dentro de você e torce pra não sair voando por aí como o velhinho da animação UP!

Originally posted by instrumetals

***Este post foi originalmente publicado na coluna da Nath no Yahoo.
*SIGA PIMENTARIA:

– Facebook/napimentaria

– Instagram @pimentaria

– Twitter/napimentaria

– Youtube/napimentaria

– Snapchat/nathpimentaria

Compartilhar:
Sem Comentários

Deixe um comentário