HomeAmorInventaram uma rede social de encontros para “feios”

Inventaram uma rede social de encontros para “feios”

uglyball

Inventaram uma rede social de encontros para “feios”

(Getty Images)

Você é tão feio que nem a Cuca quer te pegar? Seus problemas acabaram! Agora você pode se cadastrar no Tinder com usuários fora dos padrões estéticos. Afinal, quem ama o feio… bonito lhe parece. Mais um oferecimento das Organizações Tabajaaaara. Podia ser piada do Casseta & Planeta. Mas não. A rede social The Ugly Bug Ball realmente existe – e já tem uma (precária) versão em português.

Funciona no esquema como outras plataformas virtuais de encontros: faz o cadastro, bota fotinho, coloca lá seus interesses, seleciona filtros de busca como idade, localização etc. Aí o sistema vai te “apresentando” pessoas aleatórias. Há opções de match apenas homem-mulher, o público LGBT foi ignorado. Embora o primeiro mês de experiência seja gratuito, a mensalidade custa R$ 119 para trocar mensagens com os (as) pretendentes.

Cadastro e filtros de busca funcionam como em outros aplicativos de paquera (Reprodução / The Ugly Bug Ball)

Incrível como sempre tem gente pensando em ganhar dinheiro com a baixa autoestima dos outros. Pior que conseguem. Mesmo que beleza seja um conceito bastante relativo. Há tanta variedade de fisionomias e tipos físicos quanto de preferências. Um narigudo ou uma gordinha são deliciosamente atraentes para muitos (as). E beleza, ainda bem, não é o único critério de seleção amorosa.

Agora, não sejamos hipócritas. Claro que os ditos bonitos (as) chamam atenção à primeira vista e levam vantagem, especialmente quando você está avaliando candidatos num cardápio de fotos pelo celular, à distância na balada… Os ditos feios acabam descartados, precisam de mais tempo e oportunidades pra mostrar suas qualidades sedutoras. Nesse caso, tendo a achar que as mulheres são mais generosas que os homens.

Duvido que você nunca tenha brochado ao conhecer melhor um (a) puta gato (a). E se surpreendido diante de alguém que não era exatamente o Hipster da Federal / uma Panicat. Passado o impacto causado pela “embalagem” alheia, no bom ou no mau sentido, o conteúdo é o que vai determinar nosso (des)interesse. A paixão é ~cega~, não surda. Talvez os usuários do The Ugly Bug Ball devessem economizar com a mensalidade e investir numa terapia.

***Este post foi originalmente publicado na coluna da Nath no Yahoo.

*SIGA PIMENTARIA:

– Facebook/napimentaria

– Instagram @pimentaria

– Twitter/napimentaria

– Youtube/napimentaria

– Snapchat/nathpimentaria

Compartilhar:
Sem Comentários

Deixe um comentário