HomeAmorCarne tailandesa: receita apimentada para dois

Carne tailandesa: receita apimentada para dois

hugocarnewok

Carne tailandesa: receita apimentada para dois

Ele já nos ensinou a preparar um drink afrodisíaco. Agora Hugo Delgado, proprietário do restaurante Obá, mostra como fazer um prato SUPER simples para impressionar um novo ou um velho amor: carne tailandesa com legumes e vegetais. Óbvio que a pimenta está entre os ingrediente da receita. Depois de proporcionar o beabá da comida e da bebida para uma noite incendiária, a gente deixa a sobremesa por sua conta. Lambuzem-se 😉

 

E aqui, como aperitivo, um texto de Hugo sobre o poder das panelas no jogo da sedução:

Alguns cozinham para seduzir, outros se apaixonam para cozinhar. A ordem não altera o fato de que, cada vez mais, os homens descobrem que a cozinha pode ser o cômodo G da anatomia de nossos apartamentos de solteiros. Uma TV de plasma gigante e um vídeo game impressionam mais os amigos que os amantes. Nem em todos os microlofts cabem uma jacuzzi último modelo. E aquele negócio de cama com lençóis de cetim ficou no século passado. Por experiência própria, sei que uma cozinha simples e um fogão pequeno são uma dupla encantadora para aquecer novas conquistas ou reaquecer velhos amores.

Comecei a cozinhar nos meus vinte e poucos com muita energia. Montava jantares com 12 pratos de receitas e ingredientes exóticos que impressionavam amigos e pretendentes. Hoje, depois dos quarenta, prefiro um cardápio que intimide menos – que dê mais espaço durante o preparo e a refeição para uma troca verdadeira. Durante o final de semana, no lugar do típico convite para sair e almoçar, proponho uma visita à feira para depois cozinharem juntos em casa. Cozinhar para alguém é um ato de cuidado com o outro, além de uma atividade sensorial – cores, sabores e texturas despertam os sentidos. Nada como morder pêssegos para iniciar as preliminares.

No vai-vem da cozinha apertada, uma chance para olhares, toques, roçadas, risos cheios de mas intenções. Escolho receitas que podemos fazer a dois. Aos vinte é tesudo impressionar. Aos quarenta é muito sexy dividir, provar tudo que está ao nosso alcance na bancada. A mesa se monta num cantinho com singelas flores num copo. Fazem uma grande diferença e o momento as merece. Uma vez minha mãe comentou que, para uma ótima noite na cama, é melhor investir num dia lindo. 

* Outro vídeo do àsClaras Filmes

Compartilhar:
Comentários
  • Eu cozinho quando estou sozinho porque, além de experimentar várias coisas, é um preparativo pra quando tiver alguém que possa dividir os melhores temperos da vida comigo.

    11 de dezembro de 2013

Deixe um comentário