No posts were found.

Last Week Posts

(Foto / Lovely) “Esses pervertidos não têm mais o que inventar”. Pode apostar que têm, sim. O mercado erótico é tão lucrativo que não para de contratar engenheiros e designers capazes de aprimorar / inovar as tecnologias “de entretenimento adulto”. Por exemplo: acaba de ser lançado o Lovely, um anel peniano com vibrador que dá feedback

(Getty Images) Ómis, botem essas línguas pra fora like a Rolling Stone. Porque, né, as minas bi / homossexuais já tão secas de saber disso. Segundo pesquisadores da State University of New York, faz bem pra sua saúde e pra dela. “Ah, tá, e como eles chegaram a essa conclusão? ”, você me pergunta. Pegaram 150 casais

Enquanto boa parte de nós acha bizarro e improvável que o sexo com robôs se torne realidade, pesquisadores de diversas áreas preveem que em 2050 os humanos transem mais com máquinas do que com outros humanos. Essa foi uma das conclusões da Conferência Love and Sex with Robotics, realizada na Universidade de Londres, em dezembro

(Getty Images) É estupidez ou profunda falta de informação, mas uma galera relaciona o HPV com promiscuidade sexual. Sendo assim, entre 80% e 90% da população brasileira tem feito sexo sem camisinha com deus e o mundo – esse é o índice de pessoas que já entrou em contato com o “Papiloma Vírus Humano” em algum

(Getty Images) “Minha vagina veio mal diagramada de nascença”, ouvi de uma menina com vinte e poucos anos. O grupo de mulheres que assistia minha palestra riu. Um riso nervoso, não debochado. Encorajadas pela confissão, começaram a fazer as suas também: “Genteeee, achei que era só a minha! Morro de vergonha!”; “Meus pequenos lábios ficam pra

Foi pra Nova York e conheceu o Central Park. Foi pra Barcelona e visitou o Templo da Sagrada Família. Foi pra Amsterdam e andou de barco pelos canais. Nossa, que original! Os mesmos passeios, as mesmas fotos. E se, além dos tradicionais pontos turísticos, sua viagem pelo mundo ainda rendesse histórias de lugares inusitados? Ó,

(Getty Images) Quem sofre com a preguiça de depilar a virilha agora tem um motivo a mais para deixar a própria mata em paz: um estudo acaba de revelar que formas de depilação íntima (como aparar os pelos ou removê-los com cera ou lâminas de barbear) estão relacionadas a maiores riscos de adquirir doenças sexualmente transmissíveis. Conduzida pela

TV PIMENTA
NATHALIA ZIEMKIEWICZ
Jornalista de comportamento, trabalhou em Época e Istoé. Pós-graduada em educação sexual, já palestrou para 2.500 pessoas. É colunista do Yahoo e do Bayer Jovens, além de embaixadora dos lubrificantes K-MED. Aposta que informação pode ser mais transmissível que muita doença. Gozadinha, derruba tabus escrevendo sobre sexo com leveza e bom-humor.
NEWSLETTER

Digite seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades

PUBLICIDADE
FACEBOOK