HomeEducaçãoBloco de carnaval não é lugar para “mulher direita”

Bloco de carnaval não é lugar para “mulher direita”

carnavalpesquisa

Bloco de carnaval não é lugar para “mulher direita”

(Foto: Pixabay / Pixels)

Quase metade (49%) dos homens acha que bloco de carnaval não é lugar para “mulher direita”. A pesquisa realizada pelo Instituto Data Popular ouviu 3,5 mil brasileiros no mês de janeiro de 2016. Janeiro de 2016 mesmo. Sei lá, sempre bom situar o leitor… Porque tanto a opinião desses entrevistados quanto a expressão são do tempo do meu avô – nascido nos 1930. Hoje o equivalente seria “mulher pra casar”.

Este é o perfil da mulher direita, de acordo com o senso comum machista. Mulher direita fica em casa vendo o carnaval pela televisão. Mulher direita não samba nem usa decote ou vestido colado porque atrai olhares libidinosos. Mulher direita não bebe cerveja. Mulher direita não tem permissão para sair com as amigas e deve evitar convívio com outros homens. Mulher direita só teve um na cama, não geme, não fica de quatro.

Mulher direita dá quando o marido quer, não faz mais que a obrigação. Mulher direita larga o trabalho, ainda que não queira, porque o homem é o provedor. Mulher direita cuida dos filhos e da casa sozinha – onde já se viu homem lavando louça, tirando lixo, trocando fralda? Mulher direita engole o choro e o cansaço, pede a benção, não contraria. Mulher direita apanha e entende que ele só estava muito estressado.

Bloco de carnaval, segundo quase metade dos homens entrevistados pela pesquisa, é lugar de “mulher esquerda” – em outras palavras, “de mulher que não serve pra casar” e “não se valoriza”. Mulher esquerda inverte a lógica masculina. Mulher esquerda sabe do próprio valor, não pede sua opinião sobre isso. Mulher esquerda beija e transa com quem/quantos/quando desejar, não represa seu prazer para atender padrões moralistas e machistas.

Mulher esquerda assusta, pode ter mais experiência na cama e comparar desempenhos. Mulher esquerda não está preocupada com o rótulo “não é pra casar” porque talvez não queira mesmo. Ou não queira com você. Mulher esquerda descarta homens que pensam assim muito antes de ser descartada por eles. Mulher esquerda têm independência, interesses e planos de vida em que esse tipo de parceiro jamais se encaixaria.

Tomara que mulher direita e mulher esquerda aproveitem o carnaval em qualquer lugar. Porque lugar de mulher é onde ela quiser.

ERRATA > Obrigada ao leitor que me fez duas correções importantes: 1. foi o Instituto Data Popular, não Data Folha; 2. a pesquisa foi realizada em 2016, não 2017.

***Este post foi originalmente publicado na coluna da Nath no Yahoo.

*SIGA PIMENTARIA:

– Facebook/napimentaria

– Instagram @pimentaria

– Twitter/napimentaria

– Youtube/napimentaria

Compartilhar:
Comentários
  • Hipocrisia travestida de moral. Essa galera esquece que é com a “mulher esquerda” que eles têm as transas mais homéricas da vida, por que com elas não há o ~pudor~ de experimentar, de arriscar. Enfim… Não dá pra entender e engolir essa mentalidade patriarcal. Não mesmo.

    2 de março de 2017
  • Como eu gosto de mulheres tortinhas….Odeio as mulheres direitas!

    2 de março de 2017

Deixe um comentário