Home2018

Você se arrependeu de não ter preparado nada pra comemorar uma data especial (tipo aniversário de namoro/casamento) e faltam apenas algumas horas antes de encontrá-lo (a)? Calma que ainda dá tempo de improvisar uma noite apimentada - mesmo sem reserva em

Na vida, às vezes a gente mete os pés pelas mãos. No sexo, a gente também pode meter o dente no pênis, a cara no chão, o joelho no saco escrotal, o sabonete na vagina (oi?)

A gíria pra sêmen não sai da boca do povo brasileiro. Mas que p***a é essa? 1) Uma ejaculação equivale a uma colher de chá (entre 3,5 e 5 ml) e pode variar, por exemplo, de acordo com a frequência com

EMAIL: “Meu problema é que fico muito lubrificada quando estou excitada. Minhas amigas brincam que ‘isso não é problema, é solução’. Mas sempre tive vergonha dos caras porque molha o lençol, na penetração faz barulho e, dependendo da posição, o

Para os homens de Ruanda, país na África Central, há algo de divino no orgasmo e na ejaculação feminina (quedê globalização nessas horas?). Fazer uma mulher gozar é questão de honra e masculinidade. “Se o homem não deixar que essa

Ninguém deixa de se desenvolver sexualmente porque os pais decidiram não tocar no assunto em casa e censuraram a escola: “Meus filhos não têm idade pra essas coisas!”. Muita gente por aí com “idade pra essas coisas” pode tocar no

Amor e desejo são necessidades humanas fundamentais – e independentes, se deixarmos a hipocrisia de lado. Podemos desejar sem amar; continuar amando ainda que o desejo cesse ou também se dirija a outras pessoas. Como conciliar, preservar e confinar essas

Não fomos bem adestrados, eu e meu marido. Pertencemos à classe de humanos que não apenas permite a presença de bichos de estimação na cama como acorda no meio da noite espremida por eles – barriga pra cima e patas

“E por acaso você conhece alguém com aids?”, me provocou um amigo em tom de sarcasmo. Hétero, 37 anos, solteiro, ensino superior, heavy user desses aplicativos de encontro. Depois de me contar animado “como tá fácil arrumar sexo”, perguntei se

Ganhei a primeira cartelinha de anticoncepcional por volta dos 12 anos. Pouco depois de estrear um absorvente. Muito antes de perder a virgindade. Diante do diagnóstico de Síndrome do Ovário Policístico, a médica prescreveu a pílula como tratamento. Prestes a