julho 2016

(Getty Images) Somos induzidos a acreditar que 1. homens desejam sexo vinte-quatro-horas-por-dia-sete-vezes-por-semana; 2. trocam qualquer coisa por uma trepadinha básica; 3. nunca dizem “hoje não”. Se o cidadão nega fogo, vixe, “aí tem”. É gay. É brocha. Tem outra. Ou a

(Getty Images) “Tenho 15 anos, comecei a namorar há alguns meses. Nunca fiz sexo, a gente só fica se esfregando e botando a mão dentro da calça do outro. Morro de medo de engravidar. Pedi pra minha mãe marcar um ginecologista

Cena da campanha publicitária da Avon, lançada no Dia Internacional do Orgulho Gay, “pela democracia da pele” (Avon / Youtube) A vida já foi mais fácil pros homofóbicos. Até coisa de duas décadas atrás, o preconceito trancava no armário quem não

(Getty Images) Terminei de ler “O Livro do Amor”, resultado de uma pesquisa da psicanalista e sexóloga Regina Navarro Lins que durou cinco anos e cruzou informações de mais de duzentas obras. Ela narra práticas e crenças sobre a sexualidade ao

(Getty Images) “Ela deve ter provocado”. “Essa história tá mal contada”. “Tava sumida, inventou isso pra ganhar mídia”. LUIZA NÃO FEZ NADA. PORQUE A VÍTIMA NUNCA É CULPADA. A atriz e ex-modelo Luiza Brunet revelou ao colunista Anselmo Gois que foi espancada no último 21

(Getty Images) Não é o curupira, a loira do banheiro, o bicho papão. Orgasmos múltiplos existem mesmo. Como poucas mulheres tiveram o prazer – literalmente – de conhecê-los, fica parecendo folclore, lenda urbana e historinha pra boi dormir. Imagino que você

(Getty Images) É a fase mais complicada na vida sexual de um casal. Enquanto o amor incondicional pelo filho aproxima emocionalmente os parceiros, a nova e exaustiva rotina tende a distanciá-los fisicamente. Como pensar em orgasmos quando tudo o que você

(Getty Images) Não lembro como foi a minha primeira vez. A primeira vez em que uma mulher me perguntou se tal produto à venda nos sex shops para “recuperar a virgindade” realmente funcionava. Lembro apenas de ter achado bizarro que o

(Getty Images) “Imagina uma criança ganhando uma montanha russa no quintal”. A empresária C*, de 29 anos, define desse jeito a reação de seu namorado quando aparece vestindo uma fantasia erótica. Se é que dá pra usar o verbo “vestir”, considerando

(Getty Images) Era uma vez um fungo chamado Candida que vivia de boas no organismo humano até ser difamado. Quando digo “fungo”, você deve imaginar aquelas manchas verdes peludas sobre uma comida estragada – e morrer de nojo. Não acontece o